A Noble no Brasil

Noble Internacional e a Noble do Brasil. Enquanto uma empresa cresce e enche seus colaboradores de orgulho, a outra não consegue firmar sua imagem perante a Comunidade Marítima e Offshore.

Praticamente um paradoxo.

A Noble Drilling, uma das maiores e melhores empresas do mundo, cresce vertiginosamente fora de nosso país, enquanto aqui no Brasil, marítimos correm da Noble como o “cão foge da cruz”.

Particularmente tive sérios questionamentos quando trabalhei por lá, apesar de ter convivido com profissionais altamente gabaritados em todos os setores.

A Noble anunciou há algumas semanas a assinatura de um contrato para a construção de um novo navio-sonda DP, para águas ultra-profundas. O NS Noble Globetrotter será construído no Estaleiro STX , com projeto holandês e equipamentos Huisman Equipment BV.

O navio de perfuração Noble Globetrotter II é a segunda unidade a ser construída pela empresa que utiliza um processo de duas fases em que o casco será construído pela STX em em Dalian, China, e em seguida, a unidade será entregue na Holanda onde Huisman vai supervisionar a instalação e comissionamento dos equipamentos.

Como relatado anteriormente, as operações deverão ter início nesta segunda unidade no segundo semestre de 2013 e no primeiro Noble Globetrotter em finais de 2011. O custo de entrega Noble Globetrotter II, excluindo juros capitalizados, é estimado em US $ 550 milhões. Ambas as unidades serão contratadas para trabalhar para a Shell por 10 anos, como anteriormente anunciado, em conjunto com a Noble, a aquisição da FDR Holdings Limited. O contrato baseado em diárias durante os primeiros cinco anos é de US$ 410 mil por dia mais de 15 por cento de bônus por desempenho. Durante o segundo período de cinco anos, a diária será baseada em um índice de mercado, reajustada a cada seis meses, e as unidades continuarão recebendo um bônus de desempenho de 15 por cento.


“Estamos animados para anunciar a continuação do nosso programa de novas construções, com a adição desta segunda sonda para águas ultra-profundas Globetrotter “, disse David W. Williams, Chairman, Presidente e Chief Executive Officer da Noble. “Tendo em contratos de seguro para ambos os nossos navios sonda Noble Globetrotter, temos o objetivo de apresentar essas aos nossos acionistas, com retornos superiores, enquanto, ao mesmo tempo, oferecendo um ótimo produto aos nossos clientes e elevando a frota Noble para um patamar de tecnologia mais avançada”, acrescentou Williams.

David W. Williams – CEO da Noble

O Noble Globetrotter II irá medir cerca de 200 metros de comprimento por 46 metros de boca e irá utilizar o projeto da Huisman na Torre de Perfuração, capaz de realizar ambas as operações de perfuração e montagem da tubulação ao mesmo tempo. O navio-sonda será capaz de perfurar a uma profundidade vertical de 12.190 metros e contará com um sistema de Posicionamento Dinâmico Classe 3, capacidade para 18 mil toneladas de carga no convés e acomodações para 180 pessoas.

Pessoalmente espero que a Noble do Brasil pare de ir na contra-mão da Noble Internacional e volte aos antigos padrões que mantinha. Principalmente os marítimos que lá trabalham merecem respeito e reconhecimento. Merecem uma possibilidade de construir uma carreira sólida como marítimos na empresa.

Trabalhei lá e vi coisas que realmente me decepcionaram como colaborador da empresa, como brasileiro e principalmente como marítimo.

Ainda bem que, após minha saída da empresa, pude ver que uma verdadeira “limpeza” foi feita na mesma. Às vezes me pergunto se fiz parte dessa limpeza, se seu era uma das coisas a serem limpas, mas, analisando friamente, tenho a certeza que não. Eu era um simples “3rd Engineer” que questionou seu Gerente ao ver a famosa “Stick Policy” tentando ser aplicada a bordo.

Na Noble eu trabalhei por 8 meses e deixei pessoas que realmente gostava, como o 2OM Jorge Barcellos, que fora meu “pratica” na Aliança (FC Flamengo) e o 2OM Hugo Santos, pessoas que realmente admiro, não só pela postura profissional, mas também porque são realmente grandes homens de nossa Marinha Mercante. Não posso esquecer-me do 2OM Fabiano Alves, amigo de turma e colega de trabalho, um dos melhores Oficiais de Máquinas com os quais já trabalhei. Também havia o MNM João Cláudio, o famoso Macalé, antigão de FRONAPE e toda a guarnição da Praça de Máquinas e do Convés (MNC Rodrigo era parceirão meu). Daniel Show, um figuraça, Rádio Operador Denílson, Doutor Luciano, Técnico de Segurança Max, Almoxarife Alex, o JC (famoso JC), enfim … uma galera muito boa que trabalhava comigo na NS-18. Também pude conhecer o 2OM Leonardo Guarino, que era Sondador (acredito não estar mais na Empresa), profissional de extrema competência e um dos poucos marítimos que adentraram a área de Perfuração e prosseguiram.

Enquanto muitos têm seus problemas com os expatriados, eu tive o prazer de trabalhar com os OSM ’s (que lá eram 2nd Engineers) Valery Saliknykov (acho que é assim que se escreve) e Leonyd (brabo… matava porco a tapa.. kkk), russos, que sempre me ajudaram. O Valery em especial ensinou-me o “bê-a-bá” dos navios DP. Aos dois eu sou muito agradecido.

Lá eu pude conhecer também Tamara Borges, excelente profisisonal de RH. Apesar de nova, uma das melhores com as quais já trabalhei e pela qual tenho uma sincera admiração.

Engraçado que, tirando so russos, pelo que sei, a maioria dos que citei não mais trabalha por lá.

É isso aí.

Essa é a vida do vapo.

Minhas saudações ao Comandante Charles Dutra.

A gente trabalha aqui e ali, mas não esquece das pessoas especiais que cruzam o nosso caminho.

Força e Honra! Sempre!

Por Rodrigo Cintra

About these ads

5 Respostas para “A Noble no Brasil

  1. KDE ôôôôôôôô LEONARDO GUARINO ALQUEM SABE?????

  2. Alexandre Santos da Silva

    pagina muito boa

  3. gostaria de trabalhar na noblo

  4. Leonardo Guarino saiu do ns-17 como sondador e foi para Queiroz Galvão pra ser push, agora tá na Odebrecht de gerente!

  5. claudionor moreira dias

    Sou marinheiro de maq.Já trabalhei na noble e sei como sofri junto com os amigos de trabalho…muito trabalho +pouco dinheiro.Quando voce esta lá dentro,sofre todas as pressões,inclusive descriminaçoes so por ser brasileiro,por não falar ingles fluente etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s