Trabalhar embarcado – Um emprego fascinante

A decisão de se começar uma carreira na Marinha Mercante ou na Indústria Petrolífera Offshore deve ser tomada com muito cuidado. É perigoso e você vai embora de casa repentinamente para ficar longe de seus entes queridos por muitos e muitos dias. No entanto, trabalhar embarcado pode ser não apenas lucrativo, mas também gratificante.

Não vou me alongar, elucubrar ou enrolar muito não. Vou direto ao assunto, apresentando algumas razões que justificam o que escrevi:

Excelentes benefícios e incentivos de bônus - Se comparadas às empresas chamadas “terráqueas”, a maioria das empresas engajadas nesta atividade oferece benefícios como Assistência Médica e Odontológica, ambas extensíveis a seus dependentes, Cartão Alimentação, Seguro de Vida, Participação nos Lucros, Bônus por Desempenho e Segurança, etc. Seus benefícios e incentivos já começam a partir do primeiro dia de trabalho.

Bons salários – O potencial de ganho para o trabalho embarcado é, no mínimo, atraente. Você tem a oportunidade de ganhar honestamente em um dia de trabalho a mesma quantia (ou até mais, em alguns casos) do que muitas pessoas ganham em uma semana.

Você fica de 6 a 9 meses do ano em repouso - A maioria das empresas, o tempo que você fica a bordo é o tempo que você fica em casa, sendo que você, caro colega funcionário Petrobras, fica 14 a bordo de descansa 21, ou seja, acaba ficando ainda mais tempo em casa, tempo de sobra para dedicar-se a sua família, amigos e atividades que gosta.

Tempo livre para fazer o que desejar – Quando você está desembarcado você pode fazer o que quiser. Faça planos para ir a lugares, férias, escolas marítimas ou técnicas para aperfeiçoar-se ou simplesmente ficar em casa e sair com seus amigos e familiares. Ah sim, eles estarão trabalhando  em seus velhos empregos, enquanto você estará em casa ou se divertindo, lembrando que, os que estão em casa, estarão 24 horas dedicados as suas famílias. Isso não é bom? Ah, mas meu amigo vem todo dia pra casa, tem um emprego em terra. Seu amigo provavelmente sai cedo e entra tarde em casa. Será que isso é convívio familiar? Deixo para cada um a análise deste fato.

Novidades e desafios - Neste ramo, tudo é tecnologia, muitas vezes de ponta, e você tem acesso a profissionais extremamente qualificados em seu local de trabalho, trocando experiências e conhecimentos, podendo muitas vezes acabar indo parar em profissões antes inimagináveis.

Já se imaginou segurando a popa de uma embarcação através de um guincho de Anchor Handling, gigante, com uma tesão absurda nas amarras, mar batendo, vento, swell, ou então numa aproximação para a zona de 500 metros num navio de lançamento, ou ainda numa operação de aproximação de um petroleiro a uma FSO ou FPSO para carregamento ou movimentando e conectando tubos e mais tubos de perfuração, sendo que a qualquer momento pode haver um kick no poço e se o BOP não segurar, meu camarada, vai tudo pelos ares? São tantos tipos de operações que eu ficaria aqui por longas linhas descrevendo cada uma, mas enfim… é um trabalho perigoso e desafiador.

Se você é está procurando por algo que é diferente, gratificante, aventureiro e lucrativo, pense em uma carreira na Marinha Mercante ou na Indústria Petrolífera Offshore.

Eu te prometo uma coisa, a relação será de amor ou ódio e não levará muito tempo para você decidir isso. Os que tentam ficar indiferentes, assim o fazem por muito pouco tempo e sempre acabam tendendo para um lado.

Agora, uma coisa eu vos garanto: trabalhar embarcado é fascinante.

Mesmo assim, digo o que meus colegas repetem em coro: nossa profissão precisa ser mais reconhecida e valorizada. Ganhamos bem, quando compardaos aos “terráqueos”? Sim. Definitivamente sim, mas ganhamos bem menos do que deveríamos, dada a relevância, treinamento exigido e comprometimento exigidos por nossa profissão.

Qualifique-se, estude, faça bons cursos e se prepare para o offshore, pois o futuro de nosso país, cada vez mais, mostra que virá pelo mar.

Força e Honra! Sempre!

Vamo que vamo!

Por Rodrigo Cintra

About these ads

136 Respostas para “Trabalhar embarcado – Um emprego fascinante

  1. antonio/neto

    VIDA LONGA É PROSPERA…PARA TODOS COMO DIRIA O IºOFICIAL DE CIÊNCIAS SPOK DA INTERPRISE????????A VIDA MARITIMA É A BUSCA DE NOVOS HORIZONTES,ATINGINDO LUGARES ONDE NINGUÉM JAMAIS ESTEVE,OU PODE ALCANÇAR…..

  2. Faça as contas e vc vai ver que o maritimo, mesmo no regime de 1×1, trabalha muito mais horas que o terraqueo que dá 8 horas de expediente de segunda a sexta… então é justo ganhar bem!

  3. por favor, qual melhor escola, para operador de radio offshore..obrig
    Claudio

  4. eduardo cesar de quadros

    cara eu siplesmente em empolguei mais ainda com seus dizeres, eu quero muito uma vaga em plataforma tenho o curso de plataformista e estou guardando dinheiro para o curso de salvatagem , estou indo á macaé dia 30 desde mes para agendar cursos e álem de fazer novamente o curso de plataformista nível 1 com o anderson cunha. E se Deus permitir conseguir uma vaga. abraços valeu pela motivação!!

  5. Eu estou me preparando e me Qualificando a cada vez p/ minha oportunidade
    de entrar nessa àrea Offshore. eu tbm pretendo fazer um curso de Rádio Operador na escola Edson.
    Realmente Cintra eu vejo ela como uma Grande referência
    no Rio de Janeiro, um Grande Abração.

  6. é pra qem é oficial a vida no mar é boa realmente mas pra qem é pião a vida no é tao boa assim não principalmente nós do convés!!!

    • Rodrigo Cintra

      Otavio

      Na minha opinião, a vida é boa desde que façamos o que gostamos.
      Independente se você é do convés, da máquina, se você é oficial ou não, a vida é boa quando fazemos o que gostamos e principalmente quando abrimos mão de certas coisas para conquistarmos outras.
      Conheço gente que trabalha no sol o dia todo e ama o que faz, conheço gente que cata lixo o dia todo e ama o que faz…
      Todo trabalho tem seu sacrifício e seu benefício.
      Bem, essa é a minha opinião.

      • Concerteza meu caro amigo, concordo com vc, sou MOC e ja trabalho a um ano. O que pude ver durante todo esse tempo é q enquanto eu chego a trabalhar as vezes até 15 horas por dia o oficial trabalhava 4 horas e descansava 8 e ganhava 4 vezes mais do que eu, ou seja, acho q ha um pouco de injustiça quanto ao nosso salário, pois vc mesmo deve saber q o nosso suor é o mais pesado braçalmente falando.

  7. ola gente…
    bem gente,moro na inglaterra e penso na minha volta ao brasil, pois ja estou aki a 10 anos e nao suporto mais conviver longe da minha familia e gostaria da indicacao de vcs qual seria o melhor caminho para engrecar no offshore seje ele plataforma ou navios pois nao entendendo nada sobre q cursos devo tomar agradeco desde ja a atencao de vcs. muito obrigado. geraldolondon@hotmail.com

  8. Queridos decidi fazer curso de plataformista!! não sei o que me espera,mais quero o melhor hoje em dia..cansei de trabalhar muitooo e sem o tão sonhado salário valorizado,mais to super animada e que Deus me ajude…quero uma nova história de vida..um trabalho desafiador nessa altura da minha vida..

  9. Ficão se fasendo para dar uma oprortunidade e qnd dão pegam safadao eai depois ficão xorando!

    • Não entendi seu comentário!! estamos todos num mesmo Objetivo de melhor Emprego sim, melhor salário, quem não quer o melhor.

  10. Marcelo Santos

    Prezado Cintra,

    Belo discurso, contudo, não seja mais um a iludir os “quase-ex-terráqueos”… Vc só falou de coisas boas… bom não vou perder tempo falando nas ruins… mas é preciso dizer que o trabalho a bordo, pode, deve e tem de ser encarado como temporário… e como ser jogador de futebol por exemplo… “Não é pra muito novo nem pra muito velho” e todos, eu disse TODOS os marítimos sabem que chega uma determinada “hora” que devemos regressar definitivamente à terra e não pensar mais em voltar…
    A nossa vida não é tão bonita, tão rica e tão fácil como vc descreveu…

    • Rodrigo Cintra

      Todos os problemas advindos da nossa profissão se dão pela razão descrita logo no início da matéria, Marcelo:

      “A decisão de se começar uma carreira na Marinha Mercante ou na Indústria Petrolífera Offshore deve ser tomada com muito cuidado. É perigoso e você vai embora de casa repentinamente para ficar longe de seus entes queridos por muitos e muitos dias.”

      O resto, é escolha pessoal.
      Para falar mal de nossa profissão já tem muita gente, Marcelo.
      Em relação ao tempo certo para entrar e sair da profissão, concordo com você e, inclusive, em mnenhum momento eu comentei que é uma carreira para se aposentar aos 60 anso de idade a bordo, pois definitivamente não é.
      Em relação a minha descrição, NA MINHA OPINIÃO, nossa vida é sim muito boa e tudo é uma questão de ponto de vista, algo muito pessoal que, infelizmente, não costumam respeitar em nossa Marinha Mercante.

      Aliás, nossa profissão é tão democrática que todo mundo entra e sai a hora em que bem entende, independente de estarem quebrando navios, cometendo atitudes irresponsáveis a bordo, colocando vidas humanas, o meio ambiente e o patrimônio de empresas em risco; pessoas sem um mínimo conhecimento de sua profissão tentando exercê-la de maneira “meia boca” e o pior de todos, caro colega, são aqueles que, além disso tudo, ainda cospem no prato que comeram. Desses, temos aos montes.

      Nem eu nem você temos o direito de dizer para outro o que é bom ou não para ele, mas temos o dever de darmos nosso testemunho pessoal e esse é o MEU TESTEMUNHO PESSOAL.

      • concordo com vc Rodrigo tenho apenas 19 anos deixei de fazer faculdade e não me arrependo de estar aq gosto muito da minha profissão.
        e pretendo ficar por aq até quando meu DEUS permitir

  11. sou moço de conves estou procurando vaga alguem pode me ajudar

  12. otimos vencimentos? 9 meses em casa? Ate parece o diabo mostrando como e bom vir para o inferno. Parece ate que o cara ta escrevendo so para terraqueo.
    1-Otimos vencimentos: depende de quanto vale a sua vida. Por exemplo, se seu filho nasce, e voce esta a bordo, so vera se a crianca parece com voce, ou com quem quer que seja, quando voce desembarcar. Mas ainda tem coisa pior, ja imaginou voce saber que algum ente qurido morreu e voce estava a bordo, no bom voe consegue jogar flores 2 dias depois do enterro, ou seja, tudo tem seu preco, ficar sem TV, sem internet, sem radio, ficar feliz em escutar um jogo pelo SSB e assim sucessivamente.
    2-9 meses a bordo: gostaria de saber qual a empresa que pratica este regime, pois acho que, nao apenas a minha pessoa, mas praticamente todos os vapozeiros estao nas empresas erradas, ate onde eu saiba, este regime e so para os Perobas, que sao concursados, caso eu esteja enganado, adoraria saber qual e esta empresa.

    Por fim, esta vida nao tem nada de otimo, simplesmente esta a bordo quem precisa, pois caso contrario, duvido que voce nao gostaria de poder tomar aquela cerveja gelada, assistir a aquela final do futebol no estadio, e nao pode, pois esta embarcado, assim como eu!

    • Rodrigo Cintra

      Base familiar é tudo. Com certeza minhas preocupações não são estas que te assolam, caro colega.
      Quando meu pai faleceu, eu estava a bordo e, por causa de um furacão que estava passando por onde eu estava, só cheguei 4 dias depois.
      Eu acesso a net, assisto TV e ouço rádio (pela net) todo dia na plataforma.
      Em relação aos 9 meses, bem… está bem claro na matéria.
      Eu gosto da minha profissão, estou nela por escolha e sou a favor de que os que não estão satisfeitos, procurem algo que gostem para fazer.
      Fazer o que se gosta é impagável, colega e, tenha certeza: faço o que gosto. Não somente eu, mas boa parte de quem participa aqui do Portal.
      Em relação as opiniões, respeito a sua, mas discordo completamente.
      Toda profissão tem seu bônus e seu ônus e cabe a nós colocarmos isso numa balança e analisar o que queremos para a nossa vida.

  13. Boa tarde, o técnico em petróleo e gás é bem aceito no offshore?
    Tenho CBSP, HUET, Plataformista e estou cursando o técnico em petróleo e gás, mas ainda não tive oportunidade no ramo, será que o meu perfil ainda não é o ideal para essas empresas? O que falta, vocês podem me indicar algo pois tenho muitas duvidas.
    Desde já muito obrigado.
    João Dória
    Rio de Janeiro.

  14. Arlindo Teixeira- MNC

    valeu rodrigo mandou muito bem nessa. tô contigo amigo.
    abração…

  15. Gilmar Siqueira Guilherme

    Também concordo contigo Rodrigo.

  16. Voce falou e disse bem, quando se referiu a ter este acesso livre a internet, telefone e tv, pois voce esta em plataforma, mas, imagine aquele cara que esta embarcado em uma daquelas milhares de pirangas que esxistem, nao so offshore(inclusive voce ate faz propaganda para algumas), mas tambem na cabotagem, acho que este livre acesso nao e via de regra nestes casos.
    Nao disse que nao gosto de trabalhar a bordo, porem achei seu ponto de vista muito simplista e um tanto quanto indiferente, pois o que falei anteriormente eu repito, o salario que ganhamos e bom dependendo do referencial e do que e mais importante para voce e os 9 meses em casa, ate soa como uma afronta, pois isto ser lembrado e ate piada para os que trabalham embarcado.
    Em suma, gosto do que faco, me sinto bem, so achei sua reportagem muito utopica, isto pode ate soar como verdade unica, mas so para quem nunca embarcou.

    • Rodrigo Cintra

      Tudo é questão de ponto de vista e experiência pessoal, Batista.
      Valeu aí pela participação.

  17. CarlosDuarte

    Viva!
    Sou Português, estou interessado em fazer carreira na Noruega tanto na marinha mercante com nas plataformas petrolíferas. Tenho carta de marinheiro e cédula profissional de maritimo. Preciso de informações se alguém puder ajudar… Estou disponivel para viajar assim que arranjar trabalho, alguma empresa está precisando? Faço qualquer coisa não tenho medo do trabalho! Obrigado

  18. Meu marido conseguiu uma vaga em uma empresa, nunca embarcou antes e esse é o GRANDE sonho dele , porem agora qe esta perto estou muito nervosa, nao sei o que nos espera, ainda mais pelo fato de eu estar grávida e ter um filho de 1 ano e 5 meses , que é muito agarrado com ele , so espero que ele se de bem
    na plataforma , pois como vc disse o salario é recompensador , espero que ele tambem nao estaja iludido, gosto dessa área, e esperamos o melhor pra ele !
    Obrigada , ( Foi apenas um desabafo) :/

  19. Fábio de a.C.

    Senhores, …
    Fiquei Muito Feliz em encontrar este site, …
    em especial Esse Bate Papo Gostoso e Elucidativo, Às Vezes Até Caloroso D+, …rs

    Bom, …
    Sou Téc. d Seg. do Trab. na Fiocruz, …
    Acabei de Me Formar e Me Investir no Cargo, …
    Este Aqui, Digamos, Esta Sendo Meu Estágio Remunerado, …
    Meu Sonho de Consumo É, …
    A P-56, Campo Marlim Sul, …
    e Senhores, Podem Ter Certeza, …
    Próximo Edital / Certame PETROBRÁS, …
    Euzinho Aqui, Já Estou Dentro, …

    e Graças A Deus, …
    não sou chegado a “futebol”,
    cerveja, velório, aniversários, batizados, casamentos e etc…

    Gosto Muito de Aventuras, Novidades, Descobertas, … Regado A Muito: Vôo Livre, Surfe, As Morenas desse Meu Brasil Varonil, …”Bater Uma Bola”, “Comer, Beber e Comer” e Até Um Pouco de Isolamento, … É Claro, … e Tudo Isso Com Muito Gosto e Carinho, … rs
    Adoro Minha Família e, … em Especial, A Minha Filha, … Mas Gosto Muito Também de Ter Um Espaço Só Meu, Um Momento Só Meu, Um Mundo Só Meu, … e Às Vezes Até, …
    Me Sinto Um Peixe Fora D`Água Aqui Junto a Tantos “Terráquios”, … não sei, … talves só o tempo e a experiência possam dizer, …
    mas acho que nasci para esse tipo de vida, …

    • Caro Facio de A.C.

      tambem nao me sinto muito bem em ter que “comparecer” a eventos de TERRAQUEOS, como natal, ano novo, entre outros, o que nao vem ao caso.
      O que eu tive vontade de demonstrar, e acho que nao fui bem compreendido, e que a vida de quem trabalha a BORDO, E NAO EM TERRA, tem muitas coisas ruins, e algumas destas coisas boas que o caro colega descreveu em sua reportagem, ou nao sao regra, ou depende muito do ponto de vista, desta forma, o meu e diferente, assim como varios outros que trabalham embarcados.
      Te garanto que so sabe que esta aqui em cima.
      Agora se voce sonha a vida inteira em trabalhar isolado,ouvi dizer, que o Chile ta abrindo vaga para trabalhar nas minas de la, se candidata ai, de repente voce da sorte e fica preso sozinho em uma mina por uns(pensando) 90 dias!!(E brincadeira esta parte!)
      Te desejo toda sorte do mundo

  20. Kleber Teixeira Ortiz

    Eu gostari muito de trabalhar embarcado, sou Tecnologo em Rede de Computadores com especialidade em Rede Telefonica Publica seja cabo metalico ou fibra optica.Tenho disponibilidade de viagem para qualquer parte do mundo.

  21. ricardo sidnei vieira

    sou mecânico industrial,soldador e funleiro,tenho muita prática na area mecânica mas poucos cursos,me interesso por viajar,sou solteiro e não tenho filhos.

  22. gostei do comentario,pois é um dos meus sonhos trabalhar embarcado sou soldador nunca tive uma oportunidade mas espero dar algo amais a minha familia

  23. rogerio konrath

    Boa noite, sou Técnico em seguranca do trabalho e trabalho na refinaria Presidente Getulio Vargas (REPAR)…gostaria de assumir essa experiência de trabalhar embarcado, mas sei que não é tão fácil…gostaria de ajuda e como posso fazer para ter uma oportunidade…desde já, obrigado…
    Rogerio Konrath

  24. Sou técnico de mecânica,já trabalhei em offshore e em estaleiro, fazendo reparos em equipamentos das embarcações;tenho salvatagem e cursos feitos pelo senai;Gostaria de trabalha em barcado sem mas,obrigado.

  25. Caros Colegas esta afirmação é mera ilusão
    Você fica de 6 a 9 meses do ano em repouso – A maioria das empresas, o tempo que você fica a bordo é o tempo que você fica em casa, sendo que você, caro colega funcionário Petrobras, fica 14 a bordo de descansa 21, ou seja, acaba ficando ainda mais tempo em casa, tempo de sobra para dedicar-se a sua família, amigos e atividades que gosta.

    Muitas empresas não respeitam esta lei… de 1 dia embarcado é 1 dia folgado, como halliburton, expro, schlumberger, Baker entre outras… que mal as folgas que você tem direito por lei de tirar, eles acumulam em um banco de folgas… e você tira aos poucos, quando deixam ainda… isso é um absurdo…. e ninguém faz nada para isto melhorar…
    apenas o regime de 1×1 é respeitado em empresas que possuem sonda e tem regime de troca de funcionários fixos.

  26. Luciana Martins

    Uma pessoa com idade 28 anos que até então não tem curso de nada ref. embarcado, tem chances desse emprego? O que devo fazer?

  27. ola gostaria muito de uma ajuda pois tenho 23 anos sexo feminino e gostaria muito trabalhar embarcada só tenho um curso de salvatagem e não sei em que area me qualificar por favor me ajude meu email
    lucynhaleo@hotmail.com

  28. Novo desfio, novos horizontes…
    Nunca embarquei e consegui uma oportunidade como pintor industrial numa otima empresa.
    Estou empolgadissimo e quero muito crescer profissionalmente.
    Quanto a idade, tenho 27 anos e não foi um impedimento mesmo sem nenhum curso na area, tenho apenas fluencia em ingles.
    Assim que começar a trab compartilharei minha experiencia com vocês quer boa ou ruim…

  29. Boa noite a todos,qualifiquei-me profissionalmente aos 27 anos como técnico em segurança no trabalho, mal começei a trabalhar em uma empresa de Eng. Eletrica como técnico segurança começei a realizar um grande sonho de infancia, fazer faculdade, fiz ciências contabeis, mas indefiquei me, muito com area de segurança. Durante periodo de faculdade fiz curso de salvatem e Hiut; nesse periodo troquei de emprego para empresa de grande porte setor de alimenticio, logo iniciei outro emprego em um hospital, trabalhei nas duas empreas nesse periodo. Aprendi muito com minha area de segurança e principalmente com as pessoas e foi no hospital que analisei o beneficio que realizava nas empreas pois para dar aula no senac tive que abrir mão de uma dessas empresas foi uma barra para decidir; optei pela nova experiencia. Trabalhar com risco biologico. Por dar aula no senac consequi desconte no curso de ingles resurgiu ideia de trabalho embarcado para ser franco e honesto o que me atraiu em primeiro lugar foi salario,mas com estudo da area petroquimica, curso de ingles, novos desafios com um novo anexo da NR-31, e uma lembrança quando passava na ponte rio niteroi de um grande petrolero, reativou essa vontade de trabalhar nessa area aos 34 anos de idade, pois já superi muitos desafios nesses ultimos 5 anos. Uma coisa sei que sempre começarei do zero. Caso alquem saiba de alguma vaga para iniciante em offshoe estarei totalmente disponivel. Muito Obrigado a todos pela atenção.
    Otaviano Eduardo Vieira Cesar

  30. tenho interesse em trabalhar embarcado, mas não conheço nenhuma empresa do ramo para enviar currículo. sou militar temporário da marinha,la eu exerço a função de soldador de ER e mig mag .tenho experiencia de 5anos no ramo da solda pois ja trabalhei tambem em estaleiros no rio de janeiro.tenho curso de técnico de telecomunicações tenho carteira do crea. por favor me oriente a conquistar uma vaga na plataforma.obrigado.

  31. gostaria de saber por onde começar a enviar o meu curriculum para trabalhar embarcado.

  32. Não sei onde você tirou 9 meses de folga! Pelo meu cálculo são somente 7 meses e meio: 21/35 * 365 +(14 – 3 (férias)) /30 = 7.66

    • Razões e proporções – Levando-se em conta a melhor escala da Petrobras e do Mar do Norte (já temos colegas trabalhando lá nessa escala) que é a de 14 x 28 (sem férias). Estamos falando da MELHOR ESCALA, sabendo-se que há várias escalas. O padrão é 14 por 14 nas plataformas e as empresas compram 10 dias de férias. Já no apoio marítimo, a escala padrão é de 28 por 28 ou 35 por 35.

      • Jeferson Murilo

        Sou do RJ e gostaria de obter a carteira Marítima para trabalhar embarcado, qual instituição posso obtê-la.??

  33. CARO RODRIGO! ESTOU CURSANDO ELETROTECNICA E GOSTARIA DE SABER SE AS OPORTUNIDADES SAO BOAS EO NOME DE ALGUMAS EMPRESAS ONDES EXISTEM ESSAS OPORTUNIDADES PARA TRABALHAR EMBARCADO POIS É A OPÇAO QUE EU QUERO PARA MIM. VALEU!

  34. Eu acho que oRODRIIGO fez apenas um comentario do ponto de vista dele, ele deixou bem claro que essa é a OPINIÃO DELE, outra coisa, ele ñ disse que as pessoas que embarcam folgam nove meses exato , ele disse q é entre 6 a 9 meses.. Tem pessoas q sao taao ignorantes que leem uma coisa e interpretam do jeito que elas quererem, gente estupida é um problema sério.. aff! Passar bem! =)

  35. Marcio Macedo

    Boa noite a todos, esse bate papo todo me ajudou muito em manter a minha decisão em largar um emprego “estável” em terra para tentar uma carreira não tão longa embarcado. Trabalho a 25 minutos de casa, não pego engarrafamentos, tenho uma boa relação com funcionários e diretoria onde trabalho, posso chegar atrasado ou faltar para resolver algum problema pessoal que não sou penalizado ou descontado de meu ordenado, ou seja, tenho certa mordomia que foi conquistada com muito trabalho, dedicação e compromisso com meu trabalho. Nesta empresa sou signatário autorizado na grandeza vazão e gerente técnico substituto. Tenho como formação apenas o curso técnico em Instrumentação, gostaria muito de fazer uma faculdade, que me foi oferecida pela diretoria de minha empresa atual quando pedi as contas para essa nova empreitada profissional. Lembrando que sou casado, tenho três filhos e 33 anos.
    O que quero deixar registrado aqui é que quando olho para uma plataforma meus olhos brilham como de uma criança a espera daquele brinquedo que ela tanto cobiça, aquilo lá me fascina e eu só vou realmente saber se é ruim ou bom quando eu descer no helideck. Só ai meus caros, como muito foi falado aqui “tem prós e contras”, “é bom e é ruim”, tanto eu como outros que tem esse “sonho besta”, como tenho ouvido esses dias, poderemos avaliar e tirarmos as nossas próprias conclusões, levando sempre em consideração a premissa que um copo com água até a metade pode estar meio cheio ou meio vazio, isso depende do observador e do erro de paralaxe, kkkkkkkkk.

  36. Sou Tec. Seg. Trab. e vou dizer, vale mesmo apena, mas como disseram nao e pra toda vida. Eu trabalhava numa empresa offshore, mas em terra. Sai dela pra trabalhar embarcado e depois de 6 meses apenas recebi convite para ir pra outra. Resultado, em 7 meses meu salario quadruplicou e nao estou brincando. 8mil pra um salario de tecnico to rindo atoa, e mais que muito engenheiro terraqueo.

    • Rodolfo de Oliveira

      Nossa Gustavo que Deus te abençoe, tb sou Téc.Seg.Trab. e queria saber de vc quais os requsitos, e quais os cursos devo fazer para correr atras de uma oportunidade dessa…agradeço muito seu contato.

  37. gostaria de saber se alguém pode me dizer alguma coisa sobre a technip. Me candidatei a uma vaga nelae espero ser chamado. Gostei do embate de opini”ao, para o bem ou para o mal, se falam muito e de coração, é porque não é só pela grana, tem que gostar

  38. Olá boa tarde a todos ouço muito falar sobre a carreira Maritima e acabei me enteressando por essa profissão, só que eu queria que alguém me desse uma luz, de como devo entrar nessa profissão, quais cursos devo fazer, qual são os procedimentos em que devo tomar? desde já agradeço as pessoas que irão me ajudar!

  39. Mateus Cesar Loubach

    Agradeço por mostrar como deve ser ótimo trabalhar embarcado, porêm eu já proucurei em todo lugar para embarcar, e até hoje não achei nada…
    Tenho inglês fluente, C.B.S.P., H.U.E.T., Técnico em Mecânica, e Técnico em Informática, se estiver faltando algo aí, alguém me avisa porque eu não estou vendo nada de errado.

    empresas atuáis hoje estão pedindo demais, tentando fazer IMPOSSÍVEL para arrumar um emprego.

  40. Gilmar Enesio.

    ola gostaria muito de uma ajuda pois tenho 34 anos sexo masculino e gostaria muito trabalhar embarcada tenho um curso superior em administração de empresas eu quero saber se tem alguma empresa contrataria um administrador para trabalhar embarcado e por favor mande-me o nome das empresas para eu mandar meu currículo, me ajude meu email é gilmarenesio@hotmail.com.
    Sou baiano e morando em Aracaju SE, com deposição para trabalhar em qualquer estado.

  41. Wagner Venceslau de Oliveira

    Boa tarde a todos, gostaria de ser orientado como posso trabalhar embarcado.
    Obrigado

  42. João A. B. e Silva

    Sou encarregado de produção de uma empresa onshore no Rio Grande do Norte e gostaria de saber se tem alguma empresa interessada em novas contratações. A empresa para qual trabalho, tem filiais em vários países da Europa, Oriente Médio e África, opera campos terrestres e tem parcerias com a Petrobras no Offshore (BMS-10 e SEAL). Tenho Curso Técnico de Medição Fiscal (IBP), Novas Técnicas de Perfuração (ABAS/PE), Logística de Perfuração de Poços (IBP), Informatica, Operador de Petróleo (em curso) entre outros. Casado, 44 anos e disponibilidade para trabalhar embarcado e viajar, inclusive para fora do país. Contatos para joaoabs@oi.com.br.

  43. Luciana Lima Cardoso

    Olá meu nome é Luciana Lima, gostaria de saber se existe vaga para Dentista do Trabalho nesta área.
    Aguardo resposta.
    Grata.
    Luciana Lima.

  44. sergio luis macedo

    Meu nome é Sergio Luis Macedo,falo ingles,espanhol e gosria de saber se ha vaga para trabalhar de garçon ou bartender EMBARCADO.

    Sem mais e no aguardo de sua atençao

    Atenciosamente
    Sergio luis Macedo

  45. Caros irmãos, o que preciso, onde , e quando posso tirar a carteira de maritimo? ou seja já tenho uma profissão mas quero trabalhar em um navio lançador de linha ( Rise ) , que tipo de carteira eu devo tirar? o nome é essa mesmo que eu mensionei acima. quando começa as inscriçoes?

    Muito obrigado,

    Sidnei Rocha

  46. Olá, desculpe a minha ignorância, mas qual curso é necessário para se trabalhar embarcado?

  47. Diego Romanelli

    Olá sou soldador tig, mig e eletrodo a 4 anos e tenho também salvatagem mais não sei por onde começar a procurar trabalho embarcado se alguém poder me dar umas dicas como nome de empresas ou emails para enviar curriculo ira ajudar pacas.

    Contato: diego.c.romanelli@globo.com

  48. Olá, adorei a matéria! Desde pequena meu sonho é trabalhar no navio, no mar! Não só pelo salário mas porque é um trabalho que combina muito comigo. Moro em Minas Gerais, tenho 16 anos e queria seguir com esse sonho. Gostaria de saber se alguém pode me indicar uma profissão na Indústria Petrolífera Offshore e o que eu devo fazer pra já ir me preparando.

  49. carlos carvalho

    olá pra todos bom dia,meu nome é carlos carvalho e sou marinheiro
    nacional de convés.decidir em postar este comentário neste assunto
    devido á experiência nessa profissão.bem acho que o rapaz tem razão
    sim em tudo que comentou,no meu caso hj em dia á vida á bordo já me
    acostumei.eu sempre digo pras pessoas em volta conhecidos quando
    pedem opinião pra ingressar na área offshore.tudo nesta vida vç paga
    preço?seja ele alto demais ou nem tanto.no nosso caso o preço é que
    vç fica longe dá familia etc etc,mas em compensação vç tem o seu
    descanso também onde pode planejar uma viajem,curtir á familia etc
    etc.acho que em todos segmentos vç paga um preço,seja em um
    escritório,qualquer tipo de trabalho.sou muito feliz como marinheiro
    amo a minha profissão.inclusive neste momento estou desembarcado
    alguém por ai se habilita em me dá uma força ou me indicar aonde
    esteja precisando?OBRIGADO E UM ABRAÇOS Á TODOS
    (MNC)CARLOS CARVALHO,C.RAIMY@YAHOO.COM.BR

  50. Boa tarde,gostaria de saber qual salario de mergulhador profissional raso nas plataformas???
    Sou mergulhador e pretendo trabalhar embarcado.
    meu e-mail e thiago.carvalho23@hotmail.com.
    boa tarde a todos!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s