Autorizado – Paranaguá vai receber navios de maior calado

A Capitania dos Portos do Paraná acaba de autorizar o aumento da profundidade dos berços de atracação do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. A medida vai permitir que navios de maior calado operem no porto, gerando um acréscimo na movimentação de granéis de até meio milhão de toneladas por ano.

A portaria da Capitania dos Portos estabelece capacidades maiores para os três berços do Corredor de Exportação, que passam a ter profundidade de 12,3 metros. Com isso, os navios de soja, milho e farelo de soja que atracam no corredor poderão carregar até duas mil toneladas a mais de carga por navio, barateando o custo das operações no Porto de Paranaguá, além de dar maior competitividade aos produtos brasileiros no mercado externo.

Para o superintendente dos Portos de Paranaguá e Antonina, Airton Vidal Maron, a ação é resultado dos esforços da Appa, praticagem e Capitania dos Portos. “A realização da dragagem de manutenção dos berços de atracação permitiu conquistar o aumento da capacidade dos berços do Corredor de Exportação. Movimentar mais cargas significa obter mais ganhos em toda a cadeia logística e torna o Porto de Paranaguá mais competitivo”, disse.

Com a realização da dragagem de manutenção dos berços de atracação em fevereiro deste ano, foi restabelecida a profundidade dos berços. Em alguns pontos, o assoreamento chegava a seis metros por conta da ausência de dragagem nos últimos seis anos. A medida foi a primeira ação de governo anunciada pelo governador Beto Richa. O custo da obra foi de R$ 2,5 milhões, pagos com recursos do caixa da Appa.

Num trabalho conjunto com a praticagem e a Capitania dos Portos, foram realizadas diversas batimetrias que comprovaram a capacidade do Corredor de Exportação para receber navios de maior calado.

MINISTRO – Nesta sexta-feira, projetos de expansão e melhorias dos portos de Paranaguá e Antonina serão discutidos com o ministro dos Portos, Leônidas Cristino, que visita os dois terminais acompanhado do secretário de Infraestrutura Portuária da Secretaria de Portos (SEP), Fernando Victor Carvalho. Eles serão recebidos pelo superintendente da Appa, Airton Vidal Maron.

O grupo fará um sobrevoo de helicóptero em Paranaguá e Antonina, previsto para as 9h15, e depois visita o cais comercial do Porto de Paranaguá.

Esta é a primeira vez que o ministro visita os portos paranaenses. O objetivo é conhecer a realidade e discutir a viabilidade dos projetos de expansão e melhorias dos terminais de Paranaguá e Antonina, já apresentados em Brasília. Após a visita o ministro reúne-se com o superintendente da Appa e com os diretores da autarquia. 

Com as informações – AEN

Por Rodrigo Cintra

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s