Casco da P-74 chega ao Rio de Janeiro

Chegou hoje (29/11) ao Rio de Janeiro o navio comprado pela Petrobras para a conversão do casco da plataforma FPSO P-74 (plataforma que produz, armazena e transfere petróleo na sigla em inglês). Será a primeira destinada aos campos da cessão onerosa, no Pré-Sal da Bacia de Santos. O FPSO será instalado na área de Franco e deverá ter capacidade para processar 150 mil barris de petróleo por dia.

O navio, um petroleiro do tipo VLCC (Very Large Crude Carrier), partiu da Indonésia no dia 24 de outubro. Sem escalas e por propulsão própria, passou pelo sul da África e cruzou o Oceano Atlântico até a cidade do Rio de Janeiro. A embarcação, já renomeada de “Petrobras 74″, ficará atracada no porto do Rio, onde serão realizadas avaliações prévias. A previsão de início da obra de conversão do casco é junho de 2012.

A conversão do casco será realizada no Estaleiro Inhaúma, arrendado pela Petrobras, no Rio de Janeiro. Localizado no bairro do Caju, ele está sendo totalmente revitalizado para atender a esta e a outras demandas da Companhia. Durante a conversão, destacam-se obras como o reforço estrutural do casco, a ampliação, reforma e adaptação das acomodações, a substituição de instalações, equipamentos e utilidades, a adaptação do sistema de ancoragem, entre outras. A Petrobras estima que as atividades de conversão do casco da P-74 devem gerar cerca de 2.500 empregos diretos no pico da obra.

Outros navios para a cessão onerosa

Além da P-74, outros três navios destinados à conversão de cascos para unidades da cessão onerosa virão da Malásia e receberão os nomes de P-75, P-76 e P-77. As obras de conversão destes cascos também serão realizadas no Estaleiro Inhaúma.

Essas embarcações também são do tipo VLCC e devem chegar ao Brasil entre 2012 e 2013.

Próximos passos

A Petrobras está conduzindo a licitação para a obra de conversão dos cascos e prevê a assinatura deste contrato ainda no primeiro semestre de 2012.

Para a construção dos módulos da planta de produção e processamento de petróleo e gás, bem como a integração destes, a Companhia deverá iniciar outra licitação no primeiro semestre de 2012.

As obras para a construção das plataformas da cessão onerosa terão alto índice de conteúdo nacional. A conversão dos cascos, mais a construção dos módulos e integração destas unidades, deverão gerar no Brasil, aproximadamente, 11.400 empregos diretos.

Entenda a cessão onerosa

A cessão onerosa é um conjunto de áreas localizadas na província Pré-Sal da Bacia de Santos, que foram transferidas onerosamente pela União à Petrobras. Conforme estabelecido na lei 12.276, de 30 de junho de 2010, a Companhia terá o direito de explorar e produzir até 5 bilhões de barris de óleo equivalente nestas áreas. A Petrobras remunerou a União pelo direito de exercício das atividades de pesquisa e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos destas áreas.

Informações sobre o casco da P-74:

- Comprimento: 326,2 m
– Largura: 56,6 m
– Pontal (distancia entre o convés e o fundo do casco): 28,6 m
– Capacidade de armazenamento: 1,4 milhões de barris

Por Redação Portal Marítimo

About these ads

10 Respostas para “Casco da P-74 chega ao Rio de Janeiro

  1. Marcos Mattos

    olá meu nome é Marcos… sou da Bahia,..fiz um curso de solda mig,tig,e eletrodo no canteiros de obras da petrobras em sao roque do paraguaçu atravez do prominp/senai..e gostaria de quem sabe começar a soldar em inhauma..seja como soldador,ajudante,meio-oficial,disponibilidade pra viaajar eu tenho, poderiam me informar como posso tar tentando uma vaga nessas emprezas que vao fazer esses serviços nos navios?

  2. Edson Nascimento

    Bravo !!!!!!
    Assim como tinha um grande orgulho ao ver o piloto F1 Ayrton Senna empunhar nossa bandeira nos grand prix mundo à fora, muito me orgulha quando vejo nosso “BR” afixado nas chaminés dos navios, nos poços,plataformas, etc. Essa é a verdadeira marca brasileira que leva nosso país aos continentes e faz presença junto as maiores potencias do mundo. Imaginada por um grande escritor e poeta( Monteiro Lobato) e criada pela força do povo brasileiro, a Petrobras hoje é uma potência que rompeu as fronteiras brasileiras e chegou no mercado internacional como gente grande, e hoje é respeitada pelas gigantes do setor. Com esse projeto das FPSO para cessão onerosa, acredito que será o passo definitivo para que o Brasil torne-se definitivamente um dos maiores produtores e fornecedores de Petroleo e devivados nos proximos anos. Alem de gerar divisas para o país, tambem socialmente irá melhorar muito a questão de empregos, pois com o projeto de adaptações dos VLCC e operacionabilidade para FPSO trará para o setor das grandes construções navais um grande avanço operacional e tecnológico. Contudo, temos que nos alertar para o questão da preparação tecnica dos operários brasileiros ,num todo, sejam eles so sul,sudeste,norte ou do nordeste, será muito importante prepara-los através de cursos, preparações e avanços tecnológicos para poderem dar o devido suporte a esta grande temporada das construções navais. Precisamos nós, o governo, aproveitar os meios de comjunicações, as midias sociais , para divulgar e fazer com que nossos jovens e adultos se responsabilizem por este nova era, e que se interessem em acompanhar os passos do futuro, e que com isso procurem pelos cursos, pelos ensinamentos e se aperfeiçoem , e se atualizem adequadamente. Para isso, os governos; federal,estadual e municipal em conjunto , precisam dar o inicio e oferecerem de forma gratuita os cursos necessários para este grande projeto.
    A Petrobras certamente tem esta preocupação, e assim como eu tambem espera que tudo isso que escrevi acima tenha o suporte necessário do poder publico, e então navergarmos com maior segurança. Tambem espero que a presidente Dilma, mantenha o lema do governo Lula, que um dia eu vi escrito no costado da FPSO P50 quando atracada aqui no Pier Maua-Rio de Janeiro em seu lançamento ,e dizia ; ” O QUE PODE SER FEITO NO BRASIL, TEM QUE SER FEITO NO BRASIL”.
    Quem sou eu !!, ninguem apenas alguem que acompanha o crescimento da Petrobras e do país , já de longa data. Alias, o país cresce pelo crescimento de seu povo e suas industrias.

    Sds,
    Edson Nascimento

  3. José Carlos

    Ser vanguarda de tecnologia, não é mais novidade, portanto a BR com suporte Governamental necessita estimular o desenvolvimento horizontal, utilizando as nossas industriais nas aplicações dos projetos e assim formando uma base de sustentação duradora para si e para o crescimento do país.
    Viva o Brasil!!!!

    Att.

    José Carlos

  4. Pingback: | Blog do Carlos Ferreira

  5. Rogerio Faria

    Trabalhei 10 anos no Estaleiro Inhaúma Ishibras (1986 a a 1996). Realmente a sua reativação traz uma grande alegria e esperança que a Construção Naval no Rio de Janeiro reocupe o seu lugar de pólo de desenvolvimento e fomentador de novas tecnologias nos processos de metalurgia, construção e montagem.

  6. Caro Rogério Faria!
    qual foi a sua área de actuação neste Estaleiro.

    Cumprimentos

    Camões

  7. SOU TÉNICO EM SOLDAGEM E INSPETOR N1 DE SOLDA, ESTOU EM PERNAMBUCO E ESTOU A DISPOSIÇÃO

  8. Rogerio Faria

    Prezado Camões, conheci um AP-6 no Equip/Seqcas2. Eu era o Faria, AP-6 Equip/Seprog e Seqcas1. Se for vc, um forte abraço e quem sabe nos encontraremos na Construção Naval?. rfaria@absconsulting.com

  9. Ricardo Moitinho

    Caro Rogério , Meu nome é Ricardo Moitinho fiz uns serviços com um Rogerio ABS na Ilha da conceição se for Você um abração !!! Como disse nosso amigo Carlos Estamos a Disposição N1 LP PM US-S2

  10. santiago rocha
    sinto um enorme orgulho ao ver o desenvolvimento do nosso pais, e sinto me parte de todos estes grandes feitos, pois provamos ao mundo a nossa capacidade de desenvolvimento.
    somos um pais rico e fico feliz pois tenho um filho de 17 anos que estuda e tem uma enorme vontade de atuar nesta area, pois tenho visto que nossos jovens tem um bom futuro pela frente.
    at. santiago rocha: supervisor geral.
    ( Tubulaçao industrial e caldeiraria )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s