Transpetro suspende contrato com Estaleiro Atlântico Sul

A Transpetro, subsidiária da Petrobras na área de logística, informou em comunicado que suspendeu a execução de contratos de compra e venda de 16 dos 22 navios petroleiros encomendados ao Estaleiro Atlântico Sul (EAS).

Os navios integram o Programa de Modernização e Expansão da Frota da Companhia (Promef) e  custariam R$ 5,3 bilhões, mas o pagamento foi sustado até que a EAS consiga um parceiro tecnológico habilitado para executar o contrato.

A Transpetro deu até 30 de agosto para que o estaleiro encontre o novo parceiro, que substituiria a Samsung, que se comprometeu apenas com a entrega dos seis primeiros dos 22 navios. Apenas um foi entregue pelo EAS, o petroleiro João Cândido, na última sexta-feira, com 20 meses de atraso.

Além de encontrar um novo parceiro tecnológico, o estaleiro terá que apresentar, no mesmo prazo, um plano de ação e cronograma confiável de construção dos navios. A Transpetro frisou ainda que o EAS terá que entregar um projeto de engenharia para os navios que atenda às especificações técnicas previstas nos contratos.

Caso as exigências não sejam atendidas, a Transpetro advertiu que rescindirá os contratos. Para acompanhar de perto a execução, a estatal anunciou a criação do Setor de Acompanhamento dos Processos de Produção (SAP). A área vai, conforme a Transpetro, “apontar caminhos para que os estaleiros melhorem seus padrões de produtividade, a partir de acompanhamento e auditoria de todas as etapas da linha de montagem dos navios”.

Com as informações – Marcelo Mota / ValorPor Rodrigo Cintra

About these ads

4 Respostas para “Transpetro suspende contrato com Estaleiro Atlântico Sul

  1. Quem sabe assim estas empresas contratem mão de obra realmente especializada, ou realmente preparem e qualifiquem a mão de obra local como devem ser preparados e qualificados, com qualidade de ensino.

  2. CONSTRUIR UM ESTALEIRO E AO MESMO TEMPO CONSTRUIR UM PETROLEIRO É TRABALHO DE TITAN E AINDA UM NAVIO COM 270 E ALGUNS METROS CONTRA NAVIOS CONSTRUIDOS COM 180 E ALGUNS METROS QUASE 90 METROS A MENOS EM ESTALEIROS ANTIGOS E COM INFRAESTRUTURA JÁ MONTADAS DAI FICA MAIS FACIL. AFINAL DE CONTAS DESFAZER TUDO ISSO É JOGAR O DINHEIRO DO GAVERNO FEDERAL QUE TAMBEM SUBISIDIA A PETROBRAS É CUSPIR NO PRATO QUE COMEU. PENSEM UM POUCO E VAMOS SER MAIS TOLERANTES COM AS REALIDADES DE NOSSO QUERIDO BRASIL. UM GRANDE E RESPEITOSO ABRAÇO AO PORTAL MARÍTIMO.

  3. EVALDO GASPARINI

    FINALMENTE COMEÇARAM A PENSAR E AGIR DE FORMA INTELIGENTE E OBJETIVA.

    • PARECE-ME UMA RESPOSTA IRONICA QUE INFELIZMENTE NÃO CORRESPONDE COM AS ASPIRAÇÕES DE UM ESTADO DA FEDERAÇÃO. MORAS NO BRASIL? PORQUE SENÃO, LAMENTO O DESCONFORTO DE SÊ-LO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s